Sustentabilidade

Sustentabilidade

SUSTENTABILIDADE

O compromisso com desenvolvimento sustentável faz parte da estratégia do IRB Brasil RE, que mantém iniciativas próprias, apoios e parcerias com o propósito de construir laços responsáveis com a sociedade e todos os públicos com os quais se relaciona. Assim, alinha-se ao papel desempenhado pelo mercado de resseguros no apoio ao crescimento econômico do País.

No relacionamento com a sociedade, patrocina ações sociais, culturais e esportivas, com foco principal em contribuir para a melhoria de vida de crianças, adolescentes e idosos, prioritariamente, na área de saúde. Nas questões ambientais, mesmo com o baixo impacto decorrente de suas atividades, busca o uso racional de recursos naturais e o descarte correto de resíduos produzidos na operação, levando essa determinação também para os fornecedores de produtos e serviços.

Na gestão de seu capital humano, reconhece que as diferenças e o respeito aos outros criam um ambiente de trabalho saudável e harmônico, favorável ao crescimento dos negócios.

Os temas de maior relevância para a gestão da sustentabilidade, ou seja, aqueles que podem causar impactos mais significativos sobre os negócios caso não sejam bem administrados, foram identificados com o apoio de uma avaliação da Sustainalytics, empresa que classifica a sustentabilidade de companhias de capital aberto com base em seu desempenho ambiental, social e de governança (ESG, da sigla em inglês  de – Environmental, Social and Governance). Para o IRB, colocam-se especialmente três questões-chaves: Integração ESG/Finanças (o que abrange, entre outros, aspectos e impactos socioambientais e gestão responsável de ativos); Governança de Produtos (oferta de produto responsável, práticas de marketing, qualidade e segurança); e Capital Humano (diversidade, não discriminação, rotatividade da mão de obra, liberdade de associação, relações trabalhistas).

O IRB é associado ao Geneva Association (ou Associação de Genebra), que é referência em pesquisas sobre gerenciamento de riscos e seguros estrategicamente importantes. A entidade identifica tendências fundamentais e questões estratégicas em que o seguro desempenha um papel substancial e desenvolve discussões e pesquisas em temas como mudanças climáticas, envelhecimento da população, digitalização, entre outros. Por meio de programas de pesquisa, publicações regulares e promoção de encontros internacionais, a Associação fomenta o entendimento dos riscos inerentes ao negócio, atuando como geradora e disseminadora de informações.

A Companhia faz parte do Comitê de Sustentabilidade da Confederação Nacional das Seguradoras (CNSEG), instância que discute questões de sustentabilidade no mercado de seguros e resseguros no Brasil. A Companhia também está em processo de assinatura do Principles for Sustainable Insurance (PSI – Princípios para Sustentabilidade em Seguros), Iniciativa Financeira do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Unep-FI, na sigla em inglês).

Em decorrência da natureza de suas operações e da baixa materialidade dos impactos socioambientais decorrentes de suas atividades, a Companhia ainda não possui uma política socioambiental formalizada e tem trabalhado para engajar seus colaboradores em uma cultura voltada para a sustentabilidade, com análise e diagnóstico dos seus pontos fortes e de suas lacunas, assim como para desenvolver iniciativas sobre o tema.

 

GESTÃO DE RISCOS

O IRB atua com os clientes para solucionar eventuais riscos detectados, colaborando e sugerindo medidas para evitar impactos ambientais, de engenharia ou quaisquer outros que venham a ser identificados. Como o negócio da Companhia é essencialmente prevenir a ocorrência de sinistros, a equipe de subscrição realiza visitas periódicas de inspeção de riscos, com objetivo de detectar riscos potenciais e trabalhar com os clientes na antecipação e mitigação de eventuais danos ao patrimônio, acidentes ou passivos.

Além dos fatores inerentes ao negócio (conjuntura, subscrição, operacionais, mercado, crédito e imagem), a Política de Gestão de Riscos do IRB Brasil RE considera aspectos socioambientais que podem impactar o desempenho e causar eventuais prejuízos à imagem e à reputação e perdas financeiras para a Companhia (o documento pode ser acessado no link https://ri.irbre.com/ptb/estatuto-social-politicas-codigos). E os riscos aos quais a Companhia está exposta são detalhados no Formulário de Referência (https://ri.irbre.com/ptb/central-de-resultados)

A Vice-Presidência de Riscos e Conformidade é responsável por monitorar e controlar os riscos do IRB e o tema é semestralmente avaliado pelo Conselho de Administração, trimestralmente pelos seus Comitês de Gestão de Riscos e de Auditoria e, regularmente, pela Diretoria da Companhia. Todos os empregados devem participar de cursos obrigatórios de treinamento anual sobre riscos, como: negócios de seguros e resseguros, prevenção à lavagem de dinheiro e combate ao terrorismo, ética e conduta, governança, riscos e conformidade, fraude, corrupção e conflito de interesses, riscos operacionais, etc.

 

COMPLIANCE

A Política de Compliance tem como objetivo assegurar a adequação, o fortalecimento e o funcionamento eficiente do Sistema de Controles Internos do IRB Brasil RE com a aderência de atividades, operações, produtos e serviços à legislação aplicável, bem como às demandas e aos normativos internos, o documento pode ser acessado no link https://ri.irbre.com/ptb/estatuto-social-politicas-codigos. O Manual de Compliance estabelece as responsabilidades das diferentes  áreas do IRB Brasil RE, de forma a garantir que esses controles sejam efetivos, assim como define diretrizes para relatar eventuais não conformidades.

A Companhia possui também uma Política de Prevenção e Combate à Lavagem de Dinheiro e Financiamento ao Terrorismo, aprovada pelo Conselho de Administração.

Para mitigar eventuais riscos inerentes à lavagem de dinheiro e fraude, bem como o controle de relacionamento com Pessoas Politicamente Expostas, são mantidas as seguintes atividades:

Know Your Customer (KYC) – Realização de pesquisas para verificar se as empresas foram objeto de mídias negativas ou possuem sanções e Pessoas Politicamente Expostas (PPE). O cadastro do cliente somente é liberado após as análises realizadas pela área de Compliance, que faz uma pesquisa sobre as atividades do cliente.

Know your Employee (KYE) – Elaboração e monitoramento dos treinamentos de Compliance; acompanhamento do comportamento e da conduta dos colaboradores que possuem condição PPE; e realização de pesquisas verificando se os candidatos a posições estratégicas apresentam mídias negativas, sanções ou são Pessoas Politicamente Expostas.

Know your Supplier (KYS) – Execução de pesquisas para verificar se as empresas foram tema de mídias negativas ou possuem sanções e Pessoas Politicamente Expostas. O cadastro do fornecedor somente é criado após as análises realizadas pelo Compliance.

As empresas de clientes e de fornecedores são classificadas em níveis de risco para acompanhamento/monitoramento diferenciado. Essa verificação é feita periodicamente e envolve toda a cadeia de clientes e de fornecedores. No caso de empregados, a checagem também é realizada periodicamente e abrange parentes de primeiro grau.

 

COMPORTAMENTO ÉTICO

A cultura ética é considerada fundamental para o crescimento sustentável e transparente da Companhia. Esse processo é normatizado por dois documentos: Código de Ética e Conduta e Programa de Integridade, que visam assegurar alto padrão de comportamento no relacionamento do IRB Brasil RE com todos os seus públicos. O Comitê de Ética trata de questões que estejam em conflito com as determinações dos dois normativos.

O Programa de Integridade tem como objetivo assegurar de forma eficaz e eficiente a conformidade com todo o ambiente regulatório e de boas práticas ao qual a Companhia está exposta, bem como auxiliar a enfrentar os desafios de um mercado competitivo e globalizado, com agilidade e transparência em suas ações.

O Código de Ética e Conduta estabelece as diretrizes gerais de comportamento que devem ser adotadas por administradores, colaboradores e prestadores de serviço, de forma a garantir o elevado padrão ético nas decisões e nas atividades da Companhia. O documento é ainda um guia para o relacionamento dos colaboradores com os diversos públicos (acionistas, investidores, clientes, fornecedores, concorrentes, imprensa) e para a sua conduta profissional, pessoal e com colegas de trabalho. Para os colaboradores, é obrigatório um treinamento anual sobre corrupção e suborno.

O Programa de Integridade e o Código de Ética e Conduta podem ser consultados em (https://ri.irbre.com/ptb/estatuto-social-politicas-codigos).

 

 SOCIEDADE

A Companhia expressa seu compromisso de promover o desenvolvimento da sociedade por meio de iniciativas próprias, apoios e parcerias na execução de projetos de responsabilidade social. Também patrocina ações socioculturais com recursos de incentivos fiscais. Os investimentos se concentram em promoção da saúde e da qualidade de vida, incentivo ao esporte e apoio à educação e cultura, em iniciativas que contam também com a ação de colaboradores voluntários.

Com foco em saúde, são apoiadas oito iniciativas de instituições como FioCruz (RJ), Fundação do Câncer (RJ), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae – RJ e SP), Hospital de Amor (antigo Hospital de Câncer de Barretos – SP), Hospital Angelina Caron e Hospital Pequeno Príncipe, ambos em Curitiba (PR). Em 2019, esses projetos beneficiaram aproximadamente 421 mil pessoas, entre crianças, jovens e idosos.

Com os patrocínios esportivos, busca ampliar o impacto social por meio do esporte. Em 2019, forram apoiados dois projetos:

  • Sem Barreiras, que tem por objetivo oferecer, em um único local, três modalidades olímpicas – judô, atletismo e vôlei – para aproximadamente 170 crianças e jovens da região do Sambódromo, no Centro do Rio de Janeiro, e no bairro do Estácio. A iniciativa é realizada em parceria com a medalhista de vôlei Adriana Samuel.
  • Reação Escola Faixa Preta, do Instituto Reação, que promove o desenvolvimento humano e a inclusão social por meio do esporte e da educação, fomentando o judô desde a iniciação esportiva até o alto rendimento. O projeto beneficia 1,6 mil crianças, adolescentes e jovens, em nove polos existentes na cidade do Rio de Janeiro.

Na terceira frente, patrocina programas culturais direcionadas a escolas, instituições sociais e grupos em vulnerabilidade social na cidade do Rio de Janeiro. As prioridades abrangem restauração e manutenção de museus, grandes exposições e projetos relacionados à música. Destacam-se os seguintes:

  • Museu do Amanhã, uma iniciativa que produz conhecimento por meio da inovação e da sustentabilidade, dois importantes valores para a Companhia. Em 2019, foram promovidas sete visitas guiadas ao Museu, levando mais cultura e conhecimento para 210 crianças, adolescentes e adultos. O apoio incluiu a criação do aplicativo do museu, que proporciona aos visitantes experiências de realidade aumentada. Em 2019, o Museu recebeu o total de aproximadamente 836 mil visitantes.
  • Museu de Arte do Rio (MAR), símbolo da revitalização da zona portuária carioca, que conta com mais de 30 mil itens no acervo e promove exposições, eventos e programas educativos ligados à história e à cultura da cidade; e
  • Pinacoteca de São Paulo, mais antigo museu de arte da capital paulista, realiza mostras de sua renomada coleção de arte brasileira e exposições temporárias de artistas nacionais e internacionais, além de abrigar um programa educativo abrangente e inclusivo.
  • Patrocínio ao festival de música Rock in Rio, que em 2019 atraiu um público de 700 mil pessoas.

As ações sociais contam também com a participação dos colaboradores, engajados em construir uma sociedade melhor e mais solidária. Com este foco, duas campanhas foram realizadas em 2019: o apadrinhamento de volta às aulas de quase 160 crianças, que receberam kit de material escolar completo, e a arrecadação de alimentos para as vítimas das chuvas que afetaram a cidade do Rio de Janeiro. Houve ainda doação ao banco de sangue da Santa Casa de Misericórdia, no Rio, que permitiu salvar 560 vidas, e a realização de um Bazar Solidário que beneficiou duas instituições.

Em dezembro de 2019, o Programa de Voluntariado – qur havia sido criado em 2016 – encerrou as atividades, e os voluntários tornaram-se Multiplicadores Sociais, participando ativamente da concepção, do desenvolvimento, planejamento e da realização dos projetos sociais apoiados pela Companhia.

 

FORNECEDORES

A seleção, contratação e avaliação de fornecedores segue critérios de imparcialidade e transparência, não permitindo qualquer tipo de favorecimento ou discriminação. São avaliados aspectos técnicos, econômicos e idôneos, de forma a assegurar pluralidade, concorrência e o relacionamento com empresas que zelem pela qualidade e pelo melhor preço dos produtos e serviços contratados. A política Know Your Supplier (KYS) determina que uma due diligence seja realizada antes da assinatura dos contratos. Dependendo da relevância da contratação, é feita uma visita in loco para avaliar as condições das instalações e verificar a qualidade do pessoal e dos sistemas.

Os normativos incluem cláusulas de confidencialidade e conflito de interesse. Alguns aspectos relevantes são checados durante o processo de due diligence, como Cadastro Nacional de Empresas Idôneas e Suspensas (CEIS), Cadastro Nacional de Empresas Punidas (CNEP), mídia negativa, FGTS, débitos trabalhistas entre outros.

Em decorrência da natureza de suas operações e da baixa materialidade de impactos socioambientais decorrentes de suas atividades, bem como de seus fornecedores, a Companhia não definiu uma política socioambiental específica para a seleção e avaliação de fornecedores nem um padrão específico de autoavaliação de práticas de sustentabilidade (direitos humanos, meio ambiente).

Para assegurar o pleno respeito aos direitos humanos, os contratos com fornecedores incluem a necessidade de observar o Código de Ética e Conduta da Companhia, que exige o cumprimento da legislação trabalhista, previdenciária e fiscal, além da não utilização de trabalho infantil ou mão de obra escrava. A adequação das relações trabalhistas é identificada a partir de questionário de compliance aplicado aos fornecedores.

O Código de Ética e Conduta determina também aos fornecedores a adoção de boas práticas de conservação do meio ambiente, mesmo que essas atividades não representem impacto ambiental relevante.

Além disso, cláusulas contratuais requerem que as empresas fornecedoras de serviços cumpram exigências legais e regulamentares relacionadas à Prevenção à Lavagem de Dinheiro e Financiamento ao Terrorismo, à Fraude, à Corrupção e ao Conflito de Interesses.

 

CAPITAL HUMANO

A Política de Recursos Humanos determina que a Companhia crie um ambiente de trabalho diversificado e estimulante, no qual as relações interpessoais e intersetoriais permitam alcançar interesses comuns. O espírito de equipe é um dos valores da Companhia, que rejeita qualquer atitude de discriminação.

No encerramento de 2019, atuavam na Companhia 446 colaboradores, sendo 381 empregados próprios e 65 contratados de terceiros. Entre os empregados, 53% eram homens e 47%, mulheres. Dos cargos de gestão, 40% são ocupados por mulheres. A taxa de rotatividade no ano foi de 10,2% (19,9% em 2018).

O Código de Ética e Conduta estabelece que qualquer relacionamento interno ou externo deve ser pautado por respeito e transparência, sendo repudiada qualquer ação de assédio moral, sexual e práticas discriminatórias no que diz respeito a cor, raça, etnia, orientação sexual, religião ou outras. Um Comitê de Ética é responsável por avaliar as alegações de assédio moral e sexual.

Com essa determinação, a Companhia apoia a liberdade de associação e mantém uma relação sindical sem conflitos, greves ou paralisações nos últimos três anos. O IRB mantém relações amistosas com o sindicato e fornece, mediante solicitação, a lista de funcionários e seus e-mails para que o sindicato possa se comunicar com os empregados.

Anualmente é realizada uma pesquisa de clima e engajamento – a de 2019 foi efetuada no segundo semestre do ano – com o objetivo de assegurar a adoção de políticas e medidas que promovam o bem-estar de seus colaboradores. Ocorre também uma avaliação anual realizada por empresa independente em relação à cultura da empresa.

E atento ao bem-estar de seus colaboradores, o IRB realiza campanhas anuais de engajamento, em parceria com a consultoria Mercer. Em 2019, foi criado o Comitê de Engajamento, que envolve diferentes áreas, percepções e ideias para assegurar um ambiente de trabalho saudável, com equipes e colaboradores comprometidos.

Um Programa de Qualidade de Vida incentiva a prática de esportes e realiza campanhas de saúde, especialmente de vacinação, além de avaliação ergonômica, entre outros programas. É mantida uma sala de convivência, com espaço para leitura, prática de jogos coletivos e integração entre os empregados. Todos os empregados têm acesso a um plano de saúde e um plano odontológico extensível aos dependentes. Há check-up executivo para os níveis de gestão e exame periódico anual para demais níveis.

Para manter e atrair talentos, é oferecido um pacote de benefícios que ainda inclui seguro de vida, vale-refeição, vale-alimentação, vale-transporte e reembolso para educação dos filhos prevista em acordo coletivo de trabalho. Adicionalmente, 91% dos empregados participam do plano de previdência complementar, que tem coparticipação da Companhia.

Como ações de Inclusão social, duas iniciativas são destaque:

  • Contratação de pessoas com deficiência auditiva;
  • Programa de Jovem-Aprendiz, que visa auxiliar a inserção de jovens no mercado de trabalho, por intermédio da formação técnico-profissional. Em 2019, 19 aprendizes foram contratados como estagiários, sendo 21% deles efetivados.

Desenvolvimento

É mantido um ciclo anual de avaliação de desempenho para todos os empregados, seguindo um modelo que permite ouvir a percepção do desempenho sob todas as perspectivas: pares, clientes internos, gerentes, subordinados e autoavaliação. Todas as avaliações são discutidas em comitês e direcionam as necessidades de desenvolvimento, que incluem treinamento interno e externo, programa de estudo e graduação em idiomas, pós-graduação, extensão, especialização e programas de mestrado. O IRB reembolsa 50% dos cursos de graduação e pós-graduação.

A prática de feedback periódico é considerada fundamental para o crescimento profissional e estimulada pela área de Recursos Humanos para que os gerentes possam desempenhar esse papel com boas técnicas.

Há especial atenção à formação de sucessores, com o objetivo de garantir a sustentabilidade dos negócios em tempos de transição, estimular o crescimento dos profissionais mapeados como potenciais sucessores por meio do Plano de Desenvolvimento Individual.

É mantido um programa de retenção de talentos aprovado pelo o Conselho de Administração, que tem o objetivo de reter os empregados mapeados com alto desempenho, alto potencial e difíceis de substituir.

 

MEIO AMBIENTE

Mesmo com o baixo impacto ambiental de suas operações, o IRB Brasil RE está comprometido com a gestão eficiente de recursos naturais e reduzir os danos ao meio ambiente. Entre as práticas adotadas estão a digitalização de processos físicos, um programa de reciclagem de lixo, a não utilização de copos plásticos, o uso eficiente de água e luz e a contratação de empresa certificada para o descarte do lixo eletrônico.

Há incentivo aos colaboradores para reduzir o consumo de água, energia, papel, objetos de plástico e materiais de escritório, em ações que combatem o desperdício de recursos naturais e contribuem para a menor produção de lixo. Cada colaborador, por exemplo, recebeu um copo reutilizável para o consumo de água e uma caneca de cerâmica para o cafezinho. Com a iniciativa, deixou-se de utilizar, anualmente, mais de 370 mil copos plásticos de água e outros 110 mil de café. Periodicamente são lançadas campanhas para a redução do consumo de energia, a exemplo de:

  • Desligar os monitores no horário de almoço, à noite e nos finais de semana.
  • Apagar sempre as luzes das salas de reuniões.
  • Utilizar as escadas ao invés do elevador e desativar, do crachá, a chamada automática do elevador.

O prédio-sede, no Rio de Janeiro, conta desde 2019 com um sistema de automação que permite acompanhar de maneira remota o consumo de energia. Em uma segunda fase, será possível acender e apagar luzes e acionar a refrigeração também remotamente. Está previsto ainda instalar um novo sistema de controle de uso de água, detectando desperdícios.

O prédio é ainda dotado de telhado verde, com cobertura vegetal que proporciona redução da temperatura interna, menor consumo do ar condicionado – e consequente economia de energia – e isolamento acústico, além de absorver substâncias tóxicas e liberar oxigênio na atmosfera, agindo para diminuir a poluição urbana. Outro diferencial é um bicicletário com tomadas para bicicletas elétricas.

O prédio em que está instalada a filial de São Paulo é autossustentável, com certificação Leed (Leadership in Energy and Environmental DesignCore Shell prata, concedida pelo Green Build Council. Os vidros foram projetados para reduzir o calor interno e reduzir o consumo de energia. Entre as iniciativas sustentáveis há ainda reutilização de água de chuva, tratamento de 100% do esgoto, bicicletário e tomadas para carregar carro elétrico.

Reciclagem

Todo lixo reciclável produzido na operação é gerenciado, sendo que uma empresa especializada realiza a coleta e a correta destinação, incluindo aterros sanitários, com o envolvimento de cooperativa de catadores. A Companhia também armazena e descarta de forma adequada os resíduos de jardinagem. Para isso, há uma área específica para depósito e uma empresa capacitada foi contratada para destinar esses resíduos.

Mais uma iniciativa é a reciclagem de cápsulas de café, com a manutenção de um recipiente especial para descarte, ao lado de todas as cafeteiras.  Dessa forma, busca reduzir o impacto de um aspecto que vem se tornando um problema nos últimos anos.

Consumo de recursos

Diferentes medidas foram adotadas para reduzir o consumo de recursos naturais.

  • Para economizar água, por exemplo, foram instaladas descargas sanitárias com diferente vazão.
  • Toda a iluminação do prédio-sede da Companhia, no Rio de Janeiro, foi substituída durante projeto deretrofit da edificação. Atualmente, 98% das lâmpadas são de LED (light-emitting diodes), mais eficientes que as convencionais.
  • Painéis solares geram energia e alimentam esse prédio.
  • Automatização da energia do prédio-sede, incluindo ar condicionado inteligente, que regula a temperatura de acordo com o número de pessoas no ambiente. Os condicionadores de ar são desligados às 19h30 e a iluminação, às 22h00, com a religação de ambos ocorrendo no dia seguinte, às 06h00. Aos finais de semana só são ligados mediante solicitação prévia.
  • No início de 2019, foi implantado um aplicativo que indica o consumo de energia elétrica em tempo real e auxilia a identificar possíveis fugas de energia, além do controlar e monitorar os andares. O objetivo é dar continuidade ao desenvolvimento da ferramenta, para um controle efetivo do consumo.

Emissões

Para reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE), foram reduzidos os deslocamentos aéreos de colaboradores para participar de reuniões, inclusive com clientes. Sempre que uma visita presencial não seja necessária, é enfatizado o uso de aparelhos de videoconferência no contato com clientes, tanto no Brasil quanto no exterior.

Última atualização em 26 de junho de 2020
Fechar